Horário de funcionamento : Segunda a sexta - 8:00h as 18:00h
  Contato : 16. 3342-3666 | 3342-2766

Usos-surpreendentes-para-bicarbonato-de-sodio-1

DICA PARA REDUZIR O CONSUMO DE SÓDIO: USE GLUTAMATO MONOSSÓDICO

Controlar o consumo de sal e a consequente ingestão de sódio não é tarefa fácil. Os brasileiros consomem mais do que o dobro da quantidade de sal de cozinha recomendada pela OMS (Organização Mundial da Saúde), isto é, consumimos 12 gramas enquanto a quantidade ideal seria de 5 gramas — dois sachês. A ingestão exagerada dessa substância causa problemas cardiovasculares e hipertensão, doença que atinge cerca de 25% da população brasileira. Esse quadro poderia ser evitado com a ajuda de uma reeducação alimentar, que levasse em conta o uso de outros tipos de tempero, como o glutamato monossódico, por exemplo.

O glutamato monossódico está presente de forma livre em alguns alimentos como o tomate, o queijo parmesão e os cogumelos. São substâncias que já fazem parte do nosso dia a dia e que possuem um gosto peculiar: o umami. Trata-se do quinto gosto que nossas papilas gustativas podem sentir, ao lado de doce, salgado, amargo e azedo. No mercado, ele pode ser encontrado nas prateleiras e tem um aspecto semelhante ao sal de cozinha.

No entanto, essa substância possui cerca de 1/3 da quantidade de sódio presente no sal, o que o torna uma boa opção para cozinhar sem perder o gosto, mas deixando a preparação muito mais saudável. Ao invés de usar 1 colher (chá) de sal para temperar uma panela de arroz, por exemplo, combine 1/2 colher (chá) do tempero com 1/2  colher (chá) de glutamato monossódico: o alimento já ficará com 25% menos sódio e com o mesmo sucesso que faria ao paladar se fosse feito apenas com sal.

Perigos

É importantíssimo prestar atenção no consumo de sódio principalmente porque a maior parte dele está dentro de casa, ou seja, cerca de 75% do consumo de sódio vem da nossa própria cozinha. Em sua palestra no XXIII Congresso da Sociedade Brasileira de Hipertensão, o principal evento sobre pressão arterial do país, o professor titular de Toxicologia de Alimentos do Departamento de Ciência de Alimentos da Unicamp, Doutor Félix Reyes, afirmou: “a maior parte do sódio que consumimos vem do sal que usamos todos os dias para temperar o alimento que nós mesmos preparamos”.

Portanto, não custa nada rever alguns hábitos e adotar novos em prol da nossa saúde, não é mesmo? Diminuir a quantidade de sódio ingerida significa reduzir, também, 15% o número de óbitos por acidentes cerebrais e 10% os índices de mortes por infarto. Além disso, cerca de 1,5 milhão de brasileiros não precisariam tomar remédios para hipertensão e a expectativa de vida aumentaria em até quatro anos. Vale a pena ter uma vida mais longa e saudável.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>